BLOG DA INTERAÇÃO
31Mar

Regularização de estabelecimentos: quais são os documentos necessários?

Está pensando em abrir seu próprio negócio? Saiba que é preciso cumprir uma série de obrigações para a abertura e o funcionamento do seu comércio. Documentos, alvarás e licenças precisam ser obtidos de acordo com a legislação de cada estado ou município. Para te ajudar a realizar seu plano, listamos os documentos recorrentes que surgem na etapa de regularização de estabelecimentos. Fique atento!

Confira 5 documentos para regularização de estabelecimentos

1. Alvará de funcionamento

O alvará de funcionamento é o primeiro documento solicitado durante o processo de regularização de estabelecimentos. Ele é obrigatório para todos os tipos de negócios, que só podem iniciar suas atividades após a concessão da autorização oficial.

A licença é emitida pela Prefeitura, que verifica se o local cumpre com as normas exigidas para a execução das atividades. Os critérios para a emissão do alvará variam de acordo com as atividades desempenhadas e produtos vendidos.

2. Inscrição Estadual

A Inscrição Estadual (IE) é um número de registro obrigatório para atividades de comércio, indústria e transportes. Após a obtenção da IE, seu negócio será uma entidade contribuinte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Geralmente, o número da Inscrição Estadual é emitido junto com o CNPJ. Entretanto, em alguns locais o registro deve ser feito antes mesmo da solicitação do alvará de funcionamento. Portanto, fique atento! Indicamos que você consulte a Secretaria da Fazenda do seu estado.

3. Licença da Vigilância Sanitária

A licença da Vigilância Sanitária é um dos documentos primordiais para regularização de estabelecimentos que possam oferecer algum risco à saúde. Por exemplo: comércio de alimentos, cosméticos, medicamentos, produtos de higiene e de limpeza.

É preciso solicitar a licença junto à ANVISA, órgão que atesta o funcionamento de locais mediante às normas de saúde e higiene. Assim como o alvará de funcionamento, a licença da Vigilância Sanitária também varia de acordo com o município.

4. Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros

O Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros é concedido a todas as empresas que atendem às normas de segurança da corporação. Para isso, o estabelecimento é submetido a uma vistoria minuciosa, que envolve a classificação da edificação e áreas de risco.

Importante: o prazo total para obter o documento junto ao Corpo de Bombeiros é de até 2 meses.

5. Licença Ambiental

A Licença Ambiental é essencial para regularização de estabelecimentos que causam algum tipo de impacto ambiental. Entre eles, podemos citar as indústrias metalúrgica, têxtil, mecânica e de obras civis. O documento é emitido pelo IBAMA e seu objetivo é garantir que os processos empresariais não agridam o meio ambiente.

O processo de licenciamento ambiental é dividido em três etapas: Licença Prévia (LP), Licença de Instalação (LI) e Licença de Operação (LO).

O prazo de emissão varia entre seis meses a 1 ano, dependendo da necessidade de execução de um Estudo de Impacto Ambiental (EIA).

Regularize seu estabelecimento com ajuda da Interação!

Ficou em dúvidas sobre como proceder com a regularização de estabelecimentos? Nós da Interação temos a solução perfeita para você! Nossos consultores são especializados em assuntos regulatórios e podem te ajudar a regulamentar o seu negócio de forma simples e rápida.

Estamos aptos a regularizar diferentes tipos de estabelecimentos: alimentos, saneantes, cosméticos, medicamentos, produtos para a saúde, entre outros. Aqui temos tudo o que você precisa para se adequar à lei e tocar o seu empreendimento rumo ao sucesso!

Entre em contato conosco e solicite o nosso serviço agora mesmo!

Gostou deste artigo? Fique por dentro das últimas novidades no Blog da Interação:

Posts Recentes Tags
Registre sua marca!
Nome da Marca
Nome
Telefone
*Em breve você receberá a pesquisa de sua marca.