BLOG DA INTERAÇÃO
08Jan

Por que empresas quebram? Entenda os motivos!

Quando você entende o motivo pelo qual as empresas quebram, é possível evitá-lo e, caso venha acontecer, saber como e se é possível contornar. Necessariamente, para sobreviver no mundo dos negócios, os donos, proprietários e sócios têm de estar atentos. Assim, entenderão se seu negócio está precisando de ajuda, e saberão identificar se sua empresa sofre com algum dos fatores que serão listados ao longo deste artigo.

A Interação Marcas e Patentes te mostra quais são os principais motivos que levam empresas a quebrar. Leia, saiba quais são, e evite que sua empresa faça parte dessa lista.

Por que empresas quebram?

Existem muitos motivos que levam uma empresa a quebrar. Segundo uma pesquisa do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 60% das empresas quebram depois de 5 anos de abertura. O estudo é Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo. Esses dados começaram a ser recolhidos no ano de 2008.

Acontece que, com um olhar atento, é possível perceber quais são os fatores primordiais que levam ao fechamento de negócios. As consequências podem ser ainda piores para aqueles que não os identificam. Assim, sabendo dessas causas e percebendo-as, o empresário pode tentar contornar e evitar consequências piores. Fique atento aos motivos:

1. Gestão financeira e planejamento ruins

Com um bom planejamento financeiro você garante que o pagamento de seus gastos estarão em dia, assim como o controle das receitas. Aqui, você garante que terá o suficiente para pagar as contas. Assim como evita perder prazos (o que pode ser um fator prejudicial significativo). Com uma boa gestão financeira sua empresa é capaz de crescer ainda mais.

Também é preciso estar atento na hora de fazer empréstimos e investimentos. É nesse momento que muitas empresas perdem o controle e vão à falência. É preciso cautela. Planeje-se antes de agir. Para conseguir montar uma empresa de destaque, você precisa de atenção.

2. Concorrência e falta de clientes

É preciso, para se dar bem nesse ramo, estar sempre atento às ações dos concorrentes. Analisá-los e entendê-los é essencial para a sobrevivência de uma empresa. Isso acontece porque é para o concorrente que muitos clientes correm quando não querem nosso serviço. E isso pode ter relação com vários fatores, como: relacionamento, preço, qualidade, entre outros.

Com a falta de clientes, uma empresa pode não sobreviver. Afinal, é para ele (o cliente) que a empresa trabalha. É através dos serviços feitos ou produtos vendidos que se tem lucro. Sendo assim, fidelize o maior número de pessoas possível. Ter a mente aberta, pesquisar e possuir um atendimento ao cliente eficiente são ótimas formas de garantir que o cliente permaneça com você.

3. Baixo lucro

O baixo lucro pode estar relacionado a qualquer um dos itens anteriores. Também pode ter vínculo com a falta de preparo e planejamento quanto ao mercado escolhido. É comum haver empreendedores que escolhem abrir um negócio, mas que esquecem de pesquisar sobre o ramo escolhido antes. Essa é uma das muitas razões porque empresas quebram.

Para que não ocorra essa situação, é importante que você pesquise e se planeje com bastante antecedência.

4. Não estar de olho nas tendências do mercado

Apesar de ser comum, esse é um fator decisivo para a sobrevivência de alguns negócios.

Entretanto, não há uma preocupação suficiente com o item. Acontece que muitas pessoas não entendem o motivo de pesquisar sobre isso. Elas acham que, já que fazem parte disso, entendem o suficiente. Só que isso não acontece de fato.

É essencial para o seu negócio que você pesquise sobre as tendências e esteja sempre atualizado. Dessa forma, você entenderá o que o cliente quer mesmo antes de ele lhe falar. É preciso acompanhar a evolução tecnológica bem como as mudanças mercadológicas. Assim você também pode estar à frente da concorrência.

5. Falta de preparo para mudanças

O mercado está em constante mudança. Por isso, é preciso estar de olho nelas, e estar preparado para acompanhá-las. Não é possível ficar estagnado. É preciso caminhar junto à dinamicidade mercadológica.

6. Não ouvir o cliente

Um erro que também é comum no meio empresarial é não saber ouvir o cliente. É necessário escutá-lo. A dica dele pode ser crucial para alavancar seu negócio. Não é porque ele não está dentro da empresa que não pode entender como melhorar. Afinal, é ele quem irá adquirir seu produto ou serviço.

Abra uma área em seu site, por exemplo, onde o consumidor possa deixar dicas e opiniões. Até mesmo críticas. É importante saber o que ele acha do seu negócio e como você pode mudar para garantir que ele irá continuar comprando de você. Esteja atento!

Este artigo foi útil?

A Interação Marcas e Patentes é uma empresa que auxilia em registros de marcas, patentes, desenhos industriais, entre outros. Também atuamos em esferas judiciais quando preciso. Entre em nosso site e confira nossos serviços.

Precisando de algum trabalho nosso? Entre em contato conosco!

Gostou deste conteúdo? Em nosso blog nós temos mais artigos como este! Veja algumas sugestões:

 

Posts Recentes Tags
Registre sua marca!
Nome da Marca
Nome
Telefone
*Em breve você receberá a pesquisa de sua marca.