BLOG DA INTERAÇÃO
18Maio

Você sabe qual a função do INPI? Descubra agora!

Você criou uma marca e pretende torná-la bem-sucedida? Se sim, saiba que isso não será possível se você não registrá-la no INPI. É de extrema importância que você efetue o registro da sua marca no órgão mencionado, caso contrário, outra pessoa pode usufruir da sua propriedade. Mas, não são apenas símbolos distintivos que o INPI registra. Descubra, neste artigo da Interação, a função do INPI em sua totalidade.

Descubra a função do INPI e outras dúvidas!

Afinal, o que é o INPI?

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) é uma autarquia federal brasileira. Ele foi criado em 1970 com o intuito de conceder e garantir os direitos relativos à propriedade intelectual no Brasil. Além disso, estimula a inovação e a competitividade dentro do âmbito tecnológico e econômico do país.

Para que ele serve?

Segundo a Lei 9.279/96 (Lei da Propriedade Industrial), a principal função do INPI é executar as normas que regulam a propriedade industrial.

Em resumo, sua finalidade é regulamentar e organizar toda a questão de marcas, patentes, desenhos industriais, indicações geográficas, proteção de cultivares, programas de computador e topografia de circuito integrado.

Além do registro e concessão de uso de propriedade industrial, a função do INPI também engloba outras questões. Por exemplo, a concessão de averbações de contratos de franquia e transferência de tecnologias.

Qual o seu alcance?

É válido ressaltar que o INPI é o único órgão fiscalizador e regulamentador de marcas e patentes no Brasil. Sua atuação abrange todo o território nacional e garante a proteção da propriedade industrial em todos os municípios e estados brasileiros.

Como a função do INPI é conceder o direito exclusivo da propriedade a quem fez o registro primeiro. Dessa forma, protege a sua marca ou afins do uso indevido por terceiros. Ou seja, caso alguém esteja se aproveitando da sua propriedade em um local do território diferente do seu, o INPI irá proteger você!

É verdade que o INPI será extinto?

Desde o fim de 2019, surgiram rumores de que o INPI poderia ser extinto. O governo Bolsonaro vem estudando a possibilidade de transferir o órgão e as suas atribuições para a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Dessa forma, seria criado um novo órgão, intitulado Agência Brasileira de Desenvolvimento e Propriedade Industrial (ABDPI).

A medida preocupa especialistas em propriedade intelectual, já que a natureza e a função do INPI devem ser de caráter isento. Somente assim é possível decidir corretamente sobre bens tão valiosos, como as marcas e patentes. Em resumo, a nova proposta é semelhante à privatização e pode gerar possíveis conflitos de interesse.

Saiba como funciona o registro de marcas

O registro de marcas é um processo administrativo dentro do sistema do INPI. Ele serve para provar que você criou determinada marca, garantindo o direito exclusivo dela à pessoa que a registrou.

A função do INPI é assegurar que sua marca esteja protegida contra plágio e concorrência desleal. Desse modo, as funções primordiais do instituto são a proteção aos registros por ele concedidos, bem como o estímulo ao surgimento de novas identidades, soluções técnicas e inovadoras.

Você precisa registrar sua propriedade industrial? Conte com a Interação! Auxiliamos no registro junto ao INPI nas modalidades de marca, patente, desenhos autorais, logos, domínio de internet, desenho industrial, entre outros. Ficou interessado? Faça a consulta gratuita da sua marca aqui!

Esta informação foi útil para você? No blog da Interação Marcas e Patentes você encontra outros artigos interessantes. Confira: