BLOG DA INTERAÇÃO
24Jul

Descubra formas de proteger uma ideia inovadora

Segundo o Anuário Estatístico de Patentes, Marcas e Desenhos Industriais, publicado pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), o número de solicitações de patentes, cotado entre 2006 e 2015, cresceu para mais de 33 mil. Com isso, é possível ver o ímpeto dos empreendedores em encontrar formas de proteger uma ideia inovadora com o intuito de evitar plágios. Neste artigo, trataremos acerca desse assunto. Continue a leitura para entender melhor o que sua empresa pode fazer para resguardar a propriedade intelectual.

Como é possível proteger uma ideia inovadora?

O aumento de 43% divulgado no Anuário Estatístico de Patentes, que falamos anteriormente, demonstra a preocupação dos empresários de diversos setores em legitimar a credibilidade dos serviços.

A propriedade industrial, nesta medida, passa a ser vista como o conjunto de atribuições desenvolvidas por uma empresa a partir do surgimento de uma ideia. Ou seja, uma startup que lança um software de apoio para outras companhias pode patenteá-lo bem como uma marca que vende roupas pela internet com diferencial das demais. As invenções e modelos de utilidade podem ser patenteados sem que sejam encontrados problemas limitantes.

Abaixo, separamos algumas dicas sobre como é possível proteger uma ideia inovadora. Veja.

1- Crie

O primeiro passo de como proteger uma ideia inovadora é iniciado na criação. Aqui, é importante que sua descoberta seja completamente diferente das outras que já têm atuação no mercado. Isso é, nenhum segmento pode exercê-la.

Veja bem, a ideia que surge na criação deve ser passível de visualização, reprodução, expressão artística ou formulação física para que no futuro possa ser registrada.

2- Faça anotações

Uma boa ideia não é formulada e executada da noite para o dia. Em função disso, se a sua empresa está pretendendo investir em algo diferenciado, não deixe de documentar o passo a passo. As anotações servem como um guia até o formato completo do que foi pretendido ainda durante a criação.

No futuro, as anotações servirão como peças para processos judiciais ou extrajudiciais onde seja necessária a comprovação da veracidade da criação.

Deste modo, as anotações também estão inclusas como um dos modos de proteger uma ideia inovadora.

3- Materialize a ideia

A ideia precisa ser percebida para que se torne passível de legitimação. Sendo assim, o exercício dela se torna mais que necessário haja vista que enquanto não houver a realização ela apenas será um pensamento.

Somente a materialização converte o pensamento em produto capaz de ser sujeito de direitos. Lembre-se, portanto, que o direito não atinge abstrações, de acordo com o Art. 10, Inciso II, da Lei 9.279 de 14 de maio de 1996.

4- Tenha cautela

Um dos erros mais comuns dos empreendedores que estão iniciando em um segmento é pensar que qualquer ideia pode ser patenteada. Em razão disso, ter cautela significa manter a confidencialidade da ideia e realizar buscas para avaliar as patentes já requeridas anteriormente.

5- Registre ou patenteie

Em último lugar, para proteger uma ideia inovadora não abra mão de registrá-la ou patenteá-la para que ela possa passar a existir e ser vista por mais pessoas. A propriedade intelectual da sua empresa ficará resguardada contra plágios desta forma.

Escolha a Interação Marcas e Patentes!

Gostou de aprender sobre como é possível proteger uma ideia inovadora? Entre em contato com a Interação Marcas e Patentes! Temos uma série de opções de registros, faça a consulta de patente, ou então, o registro de patentes e marcas para sua ideia e garanta a credibilidade dela!

Aproveite para ler mais artigos como este em nosso blog. Veja:

Links úteis: marcas e patentes em são paulo; escritório de propriedade intelectual; direito de propriedade intelectual; escritório de direitos autorais

Posts Recentes Tags
Registre sua marca!

    Nome da Marca
    Nome
    Telefone

    *Em breve você receberá a pesquisa de sua marca.